Teletrabalho: Como lidar com as distrações?

1024 684 Bruno Dolbeth
  • 0

Em Portugal, 44% dos profissionais consideram que a sua produtividade aumentou em teletrabalho e 89% estão satisfeitos com a situação de teletrabalho atual, segundo uma pesquisa global da Robert Walters que contou com a análise de 5500 pessoas sobre o impacto do COVID-19 na vida profissional.

Os principais fatores que beneficiaram o aumento da produtividade dos portugueses foram maior autonomia (54%), uma maior flexibilidade nos horários de trabalho (58%), trabalhar num ambiente mais confortável e relaxado (51%), menos tempo perdido em deslocações para o escritório (44%), maior capacidade de concentração e menos distrações (44%) e menos reuniões (47%).

Por outro lado, os profissionais em teletrabalho sentiram algumas dificuldades, como a diminuição da comunicação com colegas de trabalho (47%), a falta de um escritório com todas as condições necessárias (18%), maior frequência de reuniões ou check ups do chefe de equipa sobre o estado de tarefas específicas (18%) ou distrações em casa (70%).

O COVID-19 fez com que muitos colaboradores ficassem em teletrabalho desde março do ano passado. Além do atual contexto de pandemia, o teletrabalho é uma alternativa interessante tanto para trabalhadores independentes quanto para trabalhadores por conta de outrem.

No entanto, o ambiente doméstico pode tornar-se um espaço de distração que prejudica a nossa produtividade.

O custo da distração e a importância de estar concentrado

A produtividade do trabalho é um parâmetro que depende de muitos outros, como disciplina, vontade ou das ferramentas que utilizamos, mas as distrações são um fator limitante. Se não conseguirmos concentrar-nos numa tarefa, o resto dos fatores que servem para sermos mais produtivos entram em colapso. E perder o foco tem um preço, que se traduz em falta de tempo.

Veja a seguir algumas dicas que vão ajudar os seus colaboradores a lidar melhor com as distrações:

1. Desligar o telemóvel ou silenciá-lo

Teletrabalhar não é o mesmo que trabalhar num escritório. No escritório, quando um colega vê que estamos ocupados, pode optar por não nos distrair. Remotamente, o mesmo colega tem dificuldade em entender se pode ou não interromper-nos, ou quando.

Portanto, é uma boa ideia seguir estas dicas:

  • Desligar o telemóvel, se possível, nos horários em que temos que estar especialmente focados;
  • Se não pudermos desligá-lo, pelo menos podemos silenciar todas as notificações;
  • Fechar o e-mail a menos que tenhamos que enviar algo. As distrações custam tempo, que muitas vezes compromete o trabalho de equipa;
  • Fechar todos os chats para evitar distrações;
  • Dispensar as redes sociais.

2. Não tocar no telemóvel ou aceder a redes sociais durante o teletrabalho

Os portugueses usam cada vez mais as redes sociais. Em Portugal, a média de utilização é de 96 minutos por dia, mais três minutos do que a média diária assinalada no ano passado. Este dado é do estudo “Os Portugueses e as Redes Sociais”, edição de 2020 feito pela Marktest.

3. Trabalhar numa divisão isolada com fones de ouvidos

Se dividirmos a casa com mais pessoas, ou se tivermos animais de estimação, a concentração atinge novos níveis de dificuldade porque não é algo que dependa apenas de nós. Para isso, o principal conselho é o isolamento numa divisão com a porta fechada e estabelecer um horário de trabalho.

Claro que se tivermos filhos ou pais ao nosso cuidado, podemos não ser capazes de cumprir esta regra. O que podemos fazer é transmitir-lhes a importância de trabalhar silenciosamente e com baixo nível de ruído.

Quer trabalhar numa divisão isolada seja viável ou não, é recomendado o uso de fones de ouvidos que penetrem no canal auditivo ou que cubram todo o ouvido para nos isolarmos de qualquer possível ruído. Falamos de ruído porque é a causa de muitas das distrações em casa, principalmente se tivermos animais de estimação.

Mesmo que não possamos trabalhar isolados, ainda existe uma solução possível: trabalhar de frente para uma parede. Se em casa temos um animal que tem dificuldade em ficar parado, por exemplo, pelo menos evitaremos observar aquele movimento contínuo.

4. Diferenciar o teletrabalho e as tarefas domésticas

Um dos pontos-chave quando se trata de teletrabalho sem distrações é evitar o trabalho doméstico. Colocar roupa na máquina de lavar, limpar a casa, ir às compras ou lavar louça serão tarefas que terão que esperar pelo fim do dia de trabalho. Definir um cronograma é um dos pontos mais difíceis para os trabalhadores que trabalham em casa.

Em casa, sem a pressão dos colegas exercida pelo ambiente de trabalho, pode ser difícil concentrarmo-nos no teletrabalho em vez de numa outra atividade aparentemente de menor esforço, como as tarefas domésticas.

Uma maneira de aproveitarmos ao máximo o tempo é fazer pequenas tarefas domésticas durante os períodos de descanso mental. É recomendável fazermos intervalos de alguns minutos, tanto em casa como no escritório, mas em casa pelo menos podemos usar esse tempo para alongar ou arrumar algo que está desorganizado.

Estas são algumas das dicas que ajudarão os seus colaboradores a lidar melhor com o teletrabalho e a serem mais produtivos.

Author

Bruno Dolbeth

All stories by: Bruno Dolbeth

Olá, tudo bem com você? Entre em contato comigo via whatsapp aqui.